Sala escura. Ainda não visíveis no espaço da performance LUZ +, 2003-2008, encontram-se sete performers, cada qual com uma caixas de acrílico leitoso a sua frente. No interior de cada caixa estão duas lâmpadas de 1000w  de vapor metálico. Os perfomers seguram os plugs que ligam as lâmpadas e, no devido momento, as acendem. Aos poucos, todo o espaço torna-se visível. Nada se move. A única ação presente é a da luz de vapor metálico, cuja luminosidade aumenta à medida de seu aquecimento. No início, apenas uma fraca centelha. Lentamente, essa centelha tornar-se uma ofuscante e insuportável luz, a ponto de provocar uma cegueira no espectador e obriga-lo ao fechamento dos olhos – ao retorno à escuridão inicial.