A Instalação MACBETH MAUSER, 1991, montada na 21ª Bienal de São Paulo, é um diálogo com a montagem de Macbeth Mauser, que reunia William Shakespeare e Heiner Müller. Cumpre uma função quase arqueológica de se apresentar como resto da ação supostamente acontecida. Objetos e roupas espalhadas, "caídos por terra", restos de um local abandonado às pressas. Mas há a luz bruxuleante de mais de cem velas, em tamanhos diversos, cor da terra que é rebatida com a cor da ferrugem. O belo e trágico ambiente faz o trânsito entre linguagens tão presentes em todo trabalho posterior do Coletivo. Obra em parceria com Ricardo Junqueira.